3 e 26 da madrugada, por Zilmar Junior

 

3h da madrugada.
Toca aquela musiquinha de motel no rádio do vizinho. Ouço nossa canção e de imediato lembro de você.
Sinto seu cheiro. Seu toque. Sua respiração ao pé do meu ouvido. Até o gosto do seu beijo veio me visitar nesse instante.
O que fazer nesses 3min e 26seg. de música.
O transe me leva a você:
-Amor? Me abrace novamente. Vamos dançar em dois passos lentos? Para lá. Para cá. Para mim e para ti.
Não se deixe acanhar pelos espelhos eles apenas refletem nosso interior.
Veja, comprei o vinho que você gosta. Importado. Suave. Não iremos nos embriagar. Já estamos.
Viu o que está na cama? São daquelas que você não tem alergia. Do mesmo país em que o vinho veio. Ambos falam “bonne nuit”. Lhe desejam também. Foi um prazer lhe rever, meu bem. Sentir seu cheiro, seu toque e sua respiração ao pé do ouvido. Não tenha dúvidas. Irei levar comigo o gosto do seu beijo.Uma pena mas o relógio já marca 3min e 26seg.

Zilmar Junior (Escritor e graduado em Letras Português pela Universidade Estadual do Piauí)

Designed by Freepik