CORPO-SENTIMENTO-MUNDO, Por Paulo Narley.

Primeiro veio o medo
“Senta que nem homem”
eu ouvia, constantemente
Houve receio
do desejo não aceito
A dúvida dos primeiros toques
Houveram retoques
Desconstrução
E aí, o alicerce estava firmado
Libertação
Meu corpo é casa
Entendi, finalmente
E essa casa
Eu mobilho com o que quero
E também com o que não espero

Designed by Freepik